Vivências comunitárias: ato público e programação cultural marcam lançamento de livro neste dia 22

Tanque de criação de peixes do Sisteminha no Conjunto Palmeiras. Foto: Leo Silva

Publicação “Vivências comunitárias: superando o que nos paralisa” traz as muitas vozes das comunidades a partir de experiências, ações, ideias e denúncias surgidos em série de encontros

Por Flaviana Serafim I Jubileu Sul Brasil

Nesta sexta-feira (22), às 17h, será lançado o livro “Vivências comunitárias: superando o que nos paralisa”, com ampla programação de atividades na Praça da Gentilândia, bairro Benfica, em Fortaleza (CE).

A publicação foi elaborada a partir da sistematização de ações, experiências, ideias e denúncias que surgiram de uma série de encontros, realizados em 2019 e 2020, com a participação de pessoas de movimentos populares, entre os quais o Movimento de Conselhos Populares (MCP), e diversas comunidades dos bairros de Fortaleza, como o Conjunto Palmeiras, Jangurussu, Benfica, Serviluz e Praia do Futuro.

Para marcar o lançamento, a programação começa às 14h, com a reunião de integrantes dos coletivos e dos grupos de produção comunitários, que farão balanço e planejamento de ações a partir dos resultados obtidos com o projeto “Protagonismo da Sociedade Civil nas Políticas Macroeconômicas”, realizado pelo Jubileu Sul Brasil com apoio da União Europeia. O encontro é no Sindicato dos Trabalhadores das Universidades Federais no Estado do Ceará (Sintufce).

E a partir das 17h tem ato público e apresentações culturais com música, performances, poesia, entre outros.

Haverá também a exposição de produtos dos grupos produtivos liderados pelas mulheres das comunidades, e de fotos e vídeos do “Sisteminha”, experiência de soberania e segurança alimentar baseada num outro modelo de desenvolvimento, com foco na produção e na partilha pelo coletivo (saiba mais sobre o Sisteminha).

Escrita a várias mãos e muitas vozes

“Conversar juntos é libertador”, afirma a apresentação do livro, escrito por várias mãos que sistematizaram as muitas e múltiplas vozes que se expressaram ao longo das reuniões e eventos nas comunidades.

Os textos foram compilados e organizados por Francisco Oliveira, o Chicão, que é ator, autor e contador de histórias infantis na Biblioteca Pública Municipal Dolor Barreira, membro do grupo Crítica Radical, e por Igor Moreira Pinto, professor da educação pública, integrante do MCP, pesquisador do Programa de Pós-graduação em Sociologia da Universidade Federal do Ceará e escritor, autor, entre outros, do livro de contos “Ao pôr do sol”. A coordenação do projeto editorial é de Francisco Vladimir, articulador do Cone Sul no Jubileu Sul Brasil e apoiador do MCP.

“A publicação é resultado de um acúmulo de experiências vividas nas comunidades em 2019 e 2020, daí o nome destacando as vivências, e tendo a voz dessas comunidades como eixo central. O que a equipe organizadora fez foi reunir e organizar essas vozes”, explica Francisco Vladimir.

A obra, publicada pela Editora Karuá, tem ainda a participação de membros das comunidades: Pedro Paulo Fernandes Araújo, Emanuela Ferreira Matias, Ângela Maria de Souza Almeida, Wayne Thiago da Silva Araújo, Francisco de Assis da Silva, Cícera da Silva Martins e Francisco Fernandes.

Além do Jubileu Sul Brasil e do MCP, a programação de lançamento é organizada pelo Instituto Negra do Ceará (INEGRA), Associação Comunitária Raízes da Praia, Associação de Moradores do Titanzinho (AMOTITAN), Associação Mulheres em Movimento (AMEM), Grupo de Desenvolvimento Familiar (GDFAM) e Espaço Cultural Frei Tito de Alencar (ESCUTA).

O livro foi publicado com apoio financeiro de Bé-Ruys-Fonds, organização alemã que apóia pequenos projetos de trabalho pela paz, justiça e integridade da criação, acolhida ecumênica, ajuda a refugiados, diálogo entre religiões, crenças e estudos teológicos da libertação. A Rede Jubileu Sul Brasil também apóia a iniciativa do MCP, entidade membro da Rede, por meio da ação “Protagonismo da Sociedade Civil nas Políticas Macroeconômicas”.

Mais informações com Igor Moreira (85) 99714-0147 ou Francisco Vladimir (85) 997036769.

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *