Jubileu Sul Brasil e Editora Boitempo organizam curso que discute Financeirização e Dívida Pública

“Luta de Classes e Financeirização: o papel da dívida”. Este é o tema do curso que a Rede Jubileu Sul Brasil e a Editora Boitempo realizarão no mês de fevereiro, como forma de discutir o papel da dívida pública na esterilização das democracias e na intensificação dos processos de expropriação social.

Gratuito, aberto a qualquer pessoa interessada e com transmissão pelo Youtube das duas instituições organizadoras, o curso abordará temas como financeirização da vida; relação entre dívida pública e políticas rentistas, fiscalistas e austeridade; subsunção financeira e do trabalho; novas formas de organização da classe trabalhadora em um contexto de uberização; e concentração de capitais; dentre outros.

Para Sandra Quintela, articuladora da Rede Jubileu Sul Brasil, a iniciativa “é uma oportunidade de aprofundamento das discussões sobre a financeirização, compreendendo o papel fundamental que a dívida pública cumpre e o que isso tem a ver com as nossas vidas, como nos afeta enquanto classe trabalhadora”.

Quintela explica ainda que “o curso será composto por dois módulos. No primeiro, o conteúdo vai girar em torno das questões relacionadas aos desafios desse debate em torno do capital. E no segundo módulo, os desafios pela perspectiva do trabalho”.

Confira abaixo os módulos, temas e professoras/es do curso.

PROGRAMA DAS AULAS

MÓDULO I

Dia 14, às 11h, aula 1: Hipotecando o futuro e a questão do presente no contexto da financeirização da vida

Com Camila Moreno e Eduardo Sá Barreto, mediação de Luís Fernando Novoa

Dia 16, às 11h, aula 2: O papel da dívida pública na engrenagem das políticas rentistas, fiscalistas e austeridade

Com Rosa Marques e Juan Pablo Painceira, mediação de Helder Gomes

Dia 18, às 11h, aula 3: Genealogia da financeirização e o papel da dívida

Com Sandra Quintela e Paulo Nakatani, mediação de Talita Guimarães

MÓDULO II

Dia 21, às 11h, aula 1: Subsunção financeira e Trabalho

Com Eleutério Prado e Helder Gomes, mediação de André Lima

Dia 23, às 11h, aula 2: A classe trabalhadora e novas formas de organização em um contexto de uberização

Com Ricardo Antunes e Marcelo Badaró, mediação de Magnólia Said

Dia 25, às 11h, aula 3: Centralização e concentração de capitais: a atuação da burguesia e formas contemporâneas de extração de mais-valor

Com Virgínia Fontes e João Roberto Lopes Pinto, mediação de Dirlene Marques

 

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *